Plano Safra: agricultura familiar terá à disposição R$ 31,22 bilhões

Recursos para médios produtores passaram para R$ 26,49 bilhões, um aumento de 32% sobre o destinado no ciclo anterior

Os beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) terão R$ 31,22 bilhões à disposição para custeio, comercialização e investimento dentro do Plano Safra. O anúncio foi feito nesta terça-feira, dia 18, no Palácio do Planalto, pelo presidente Jair Bolsonaro e pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Estão garantidos recursos de custeio para produção de alimentos básicos: arroz, feijão, mandioca, trigo, leite, frutas e hortaliças e para investimento na recuperação de áreas degradadas, cultivo protegido, armazenagem, tanques de resfriamento de leite e energia renovável. Para o custeio e investimento nessas áreas, a taxa de juros é de 3% ao ano.

Para o médio produtor, os recursos para o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) passaram para R$ 26,49 bilhões, R$ 6,46 bilhões a mais que o programado na safra 2018/2019, o que representa aumento de 32% nas verbas do programa.

Esses recursos poderão ser destinados ao financiamento de custeio, com taxas de juros de 6% ao ano, e investimento com 7% ao ano.

Os produtores que já não se enquadram no Pronaf também poderão ser beneficiados.

Haverá ainda a possibilidade de financiamento de assistência técnica ao médio produtor, inclusive aos pecuaristas, nas operações de crédito.

Postado por: Glauco Almeida

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Solicite um orçamento sem compromisso.

WhatsApp chat